Make your own free website on Tripod.com

O DÍZIMO INDISPENSÁVEL


Alguns paroquianos, vendo a grande movimentação de eventos e campanhas para o andamento das obras da nossa nova Igreja, poderiam imaginar que o Dízimo já não seria tão necessário para a comunidade. Mas se houver alguma reflexão mais acurada, todos concordarão que o Dízimo continua sendo indispensável para a vitalidade pastoral e missionária da nossa comunidade. Se os eventos e campanhas conseguem imprimir um ritmo adequado à retomada das obras da Igreja, o Dízimo e as Ofertas das Missas são a garantia da manutenção da vida litúrgica, missionária e social da comunidade. É a mesma coisa que acontece em nossas casas quando precisamos reformar ou construir um novo cômodo para a família. Esses gastos precisam de planejamento e recursos novos bem como de sacrifício adicional em relação às outras despesas do dia-a-dia que não deixam de ser necessárias e até mesmo vitais – afinal, o orçamento doméstico não pode ser prejudicado por estas reformas porque gastos com alimentação, medicamentos, escolas e lazer continuam existindo. Por outro lado o Dízimo é um exercício de fé que se desdobra em atitude de generosa partilha, movida pelo amor a Deus, aos irmãos e à Igreja. Através do Dízimo fiel do mes-a-mês, manifestamos a Deus a nossa reta intenção em cooperar para a implantação e a expansão do Seu Reino entre nós. A Sagrada Escritura afirma que a quem é fiel no pouco, ainda mais será confiado. Deus quer contar conosco! O Dizimista fiel faz esta experiência de fidelidade e nela se sente cristão pleno e realizado. Sabe que sozinho é quase nada - mas que junto com os irmãos e pela graça de Deus realizam aquilo que parece impossível aos homens – porque para Deus tudo é possível! A perseverança é a marca do cristão dizimista. Muitas pessoas que não compreendem o seu espírito generoso chegam a repreendê-lo e alguns até zombam de sua generosidade, mas ele continua retribuindo fielmente a Deus. E o faz com serenidade e confiança porque o dizimista traz gravada no coração a certeza de que Deus é a fonte de todas as verdadeiras riquezas e tudo aquilo que é oferecido a Deus de coração puro e reta intenção O agrada e se transforma em uma fonte de bênçãos para o doador e para todos os seus entes queridos! O Dizimista que é fiel no seu Dízimo sente aquela alegria e satisfação interior do dever cumprido e segue em frente com passos firmes na sua caminhada de fé. Digam o que disserem, pensem o que pensarem – ninguém lhe pode tirar a sua agradável convicção de sentir-se pleno, útil e valorizado – não necessariamente pelos homens – mas pelo próprio Deus – origem e destino de todo o bem. Para a paróquia o dizimista é indispensável e para o dizimista consciente, o Dízimo também é indispensável!


Por favor, para me ajudar a melhorar o conteúdo do site, manifeste seu elogio, sugestão ou crítica sobre este artigo. E, ao comentar, informe o nome de sua paróquia, cidade e estado. Muito obrigado pela colaboração!




O que você deseja fazer?

voltar à página de artigos publicados em jornais e revistas

voltar à página geral de textos sobre o dízimo