Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

eterna criança

os estilhaços que se alojam na alma
numa noite quente ou numa tarde calma
podem se mexer
e quando isso acontece
a dor irrompe feito um maremoto
produzindo gemidos inconfundíveis
e doses maciças de analgésicos
o sono então é doentio
e mil delírios tomam conta
onde está a mãe que se foi
onde está seu unguento perfeito
o seu acalanto
o calor do seu peito?!
o ser humano
é uma eterna criança...

1 Comentários:

  • Às 21/1/10 22:16 , Blogger Marliborges disse...

    É verdade, a criança que habita em nós sempre deseja alguma coisa. As vezes quer só um sorriso para se energizar. É a vida, são as carências e esperanças...
    Belo poema. Um abraço

     

Postar um comentário

<< Início