Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

domingo, 19 de outubro de 2008

O que é bom, de verdade.

Palavras quase sempre são pronunciadas ao desejo de concretizar o abstrato ou de abstrair o concreto. As palavras que merecem ser ouvidas realmente fazem isso. As outras soam como ruídos inexpressivos e não se deve perder tempo em decifrá-las. Quando amamos escolhemos as palavras para acariciar a pessoa amada, quando odiamos desferimos as palavras feito setas tentando cravá-las no peito da pessoa alvo de nossa agressividade. Tais palavras assim desferidas geralmente ricocheteiam e voltam virulentas causando em nós mesmos as piores feridas. Não vale a pena o sentimento que as gera, não valem a pena palavras desta forma desferidas. Um bom conselho é cuidar-se, curar-se das feridas e esquecer, sem ódio, as pessoas que procuram transtornar a nossa vida... Só amar, verdadeiramente, vale a pena.

2 Comentários:

  • Às 28/10/08 19:46 , Blogger Avulsos disse...

    É o poder das palavras, caro amigo!! Elas possuem suas múltiplas facetas, são açucaradas e mortais ao mesmo tempo. Mas ainda assim eu me esforço pra não me esquecer do que Graciliano Ramos escreveu sobre elas: "Palavra não foi feita pra enfeitar... brilhar como ouro falso; a palavra foi feita pra dizer..."
    Grande abraço!
    Boa Semana

     
  • Às 5/8/09 20:50 , Anonymous Anônimo disse...

    Nossa essa primeira frase me cativou,imagina o texto todo!Maravilhoso.Você é uma pessoa iluminada por Deus,por nos trazer tantas coisas boas.
    Abraços

     

Postar um comentário

<< Início