Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

teimosia cívica






       Hoje eu devia estar muito zangado, afinal consumou-se o que já era esperado. Azedume. Mas por estranho fado que me acompanha, eis-me a cantar no lugar de vociferar imprecações. Eu creio em nossa gente e creio na justiça, ainda que falível, do ser humano. E creio firmemente que nas entranhas da humanidade corre um rio que reclama a pureza e a perfeição dos atos, tanto quanto a agulha da bússola procura o norte.
       Eu devia me sentir cansado e impotente com o amargo que na véspera havia tomado conta do meu ser. O desânimo devia estar no controle, mas não, eis ao leme o mesmo crédulo otimista virador de páginas vencidas. A minha terra, a minha gente, a minha luta – não haveremos de perecer sob os escombros dessa elite ignóbil que se encastelou nos palácios e se locupleta a não mais poder. Fugir-lhes-á o poder numa hora inesperada que, no entanto, já se insinua no horizonte. Esta Terra de Santa Cruz há de fazer tremular a bandeira da vitória!!!