Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

quarta-feira, 27 de dezembro de 2006

charcos

num olhar superficial
nada na superfície
nada em profundidade
mergulho mais intenso
onde as águas são turvas e pesadas
pra ver fantasmas submersos
monstros marinhos
e peixes assombrosos
me falta o oxigênio
e a mente entorpecida
se divide
em muitos fragmentos
eu comigo em mim mesmo
porque a vida não é refresco
e nem toda água é potável
mas tem tanta coisa boa
sob o céu e sob o sol
e sobre o musgo verde da terra
nos tempos de chuvarada
pra fome de acalanto
braços que abraçam
e resta um sorriso advinhado
nos cantos dos meus lábios
quando olho as estrelas
e as florestas açoitadas pelo vento
e os filetes dágua
que descem inclinados
se derramando em garoa
encharcando o ser
sem magoar
demais...