Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

Pulsões

O pensamento se aliena de mim e vai fugindo sorrateiro. Tento alcançá-lo infrutiferamente e me canso. Às vezes sinto uma sensação de ocaso e em outras um entusiamo juvenil parece estender a dimensão da vida além dos muitos anos que já ostento. Tenho percalços infantis que ainda não compreendo. A vida me parece tão simples e deve ser por isso que é complicado demais entendê-la. Uma criança não abriga questões filosóficas não resolvidas. A criança quer alguma coisa e luta para obtê-la. Chora, seduz, esperneia. A criança quase sempre consegue o seu objetivo. Quando não, ela muda o rumo dos desejos e secando a lágrima da frustração recente, já quer algo diferente. Acho que na infância se vive um dia de cada vez. Eu quero e quero muito e quero tantas coisas e, a bem da verdade, se alguém me perguntar agora eu não saberia dizer o que... Porque são tão variados os meus desejos. Tenho desejos espirituais e tenho desejos carnais e como conseguem ser carnais alguns desejos. Reflito o conflito e ajusto os desajustes. Uma coisa é certa: quase sempre caminho sereno, mas se derrapo e caio - o jeito é dar a volta por cima, me levantar e seguir vivendo!...