Make your own free website on Tripod.com

            H@ VIDA DEPOIS DOS 40

...com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas...

domingo, 25 de dezembro de 2005

Natal



Estou desperto após o almoço de natal. Nada de álcool e nem excessos gordurosos. Foi um almoço trivial - na verdade, nem parecia uma ocasião especial. Mas é. Segundo o modo da fé, hoje celebramos um aniversário incomum. Há 2005 anos atrás, nascia um menino para mudar os rumos da história. Queiramos ou não, mede-se o tempo no ocidente com a referência AC-DC. Passei longos anos da minha vida negando a fé dos meus pais, mas sempre teve algo guardado em mim que um dia viria à tona. Tentei ser ateu e disse muitas vezes que era um. Mas acho que nunca cheguei a sê-lo realmente. Levantava os olhos para o céu e me imaginava viajando infinitamente sem poder chegar a uma barreira final. E se chegasse - ainda assim teria que haver algo além desta barreira. Essa impossibilidade de compreender a ausência de limites foi o ingrediente que me fez reconsiderar a fé dos meus pais. Ela fazia sentido. Alguém teria que ter concebido e realizado tudo o que há - inclusive a mim mesmo. Penso em minha história, penso em minha pessoa. Não concebo um dissolver em nada ao morrer. Creio que tudo continua de um novo jeito. E esse é o jeito cristão de ser. Por isso celebro o Natal, por isso creio na encarnação de Jesus Cristo - Deus humanado. Por isso posso me sentir feliz. Por difíceis que as coisas sejam - toda dor um dia terá fim e a felicidade plena se gozará no céu e tomo desde já por base a felicidade que aprendi - a partir dessa fé - a viver já - desde aqui!... Feliz Natal pra você - quer você acredite ou não!